CAMPEONATO BRASILEIRO DE JIU-JITSU ESPORTIVO 2012

 DOIS MIL ATLETAS LOTARAM O BRASILEIRO 2012 DA CBJJE EM MANAUS

 

  Deu tudo certo no primeiro Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo realizado na cidade de Manaus. "Um sonho realizado" declarou Luis Neto Presidente da FAJJE, entidade responsável pela organização do Brasileiro, no discurso de abertura do evento. Luis Neto - à frente da Federação Amazonense de Jiu-Jitsu Esportivo - vem quebrando paradigmas, rompendo preconceitos e provando que o extremo norte do Brasil tem força e qualidade para realizar grandes eventos, equiparando-se e até mesmo superando, capitais como Rio de Janeiro e São Paulo. Dois mil e quatrocentos atletas participaram do Brasileiro 2012, um bom número se levarmos em conta que no Brasileiro de 2011 realizado em São Paulo participaram 1800 atletas.

 

  Para conquistar o direito de realizar o Campeonato Brasileiro 2012, a FAJJE venceu o Brasileiro 2011 e o Campeonato Mundial, tudo isso é o resultado de um trabalho que envolve união, esforço e muita competência. Claro que nem tudo são flores, e muita gente agora quer faturar em cima do movimento, administrar tanto sucesso requer uma boa dose de paciência, mas conhecendo Luis Neto, eu sei que mais cedo ou mais tarde, ele vai tirar outro coelho da cartola.

 

  Moisés Muradi - Presidente da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo - respirou aliviado, quando comprovou na prática, o que sua intuição já lhe dizia, quando aceitou o risco de retirar o Brasileiro 2012 da Cidade de São Paulo e levá-lo para Manaus, claro que a pressão das entidades e atletas dos outros Estados foi grande, mas sua decisão foi acertada, se levarmos em conta os resultados.

 

  "O Campeonato Brasileiro é o segundo evento de maior prestígio da CBJJE, é justo que todos os Estados tenham sua oportunidade de organizá-lo, mas para que isso aconteça é necessário fazer o dever de casa, como foi feito aqui em Manaus pela FAJJE" declarou Muradi em entrevista.

 

  É claro que não ignoramos o fato que a distância e a limitação em transporteaéreo, prejudicou a presença maciça de outros Estados, mas o importante é que centenas de atletas das regiões norte e nordeste pela primeira vez tiveram a oportunidade de lutar o Campeonato Brasileiro, e se pensarmos de forma justa e imparcial o sacrifício é o mesmo que estes atletas vem fazendo ao longo destes anos para lutar e conquistar vitórias em São Paulo.

 

ARBITRAGEM DE PRIMEIRA E ESTRUTURA MODERNA TAMBÉM MARCARAM O BRASILEIRO 2012

 

  A CBJJE e a FAJJE convocaram um time de primeira linha composto por árbitros do Rio de Janeiro e São Paulo que unidos ao grupo de arbitragem da FAJJE garantiram a qualidade e imparcialidade no evento. Para cuidar da disciplina e julgar eventuais reclamações a CBJJE trouxe o Presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva e Faixa-Preta Ricardo que dentro de suas atribuições indicou a comissão disciplinar composta por faixas-preta como Francisco de Sá que é Bacharel em Direito e Presidente da Federação do Ceará e também por  Paulo Venâncio Vice-Presidente da CBJJE.

 

  Novidades como pódio digital e placares em LED também foram introduzidas nesta edição. A transmissão "AO VIVO" pela TV UFAM e Amazon Sat sob o comando do Dr. Gilmar Couto, além da presença maciça de toda mídia do Estado do Amazonas, inclusive com matérias veiculadas nos telejornais da TV aberta, deram uma repercussão nunca vista em um Brasileiro de Jiu-Jitsu.

 

Resultado Oficial:

1º Lugar: Equipe do Amazonas

2º Lugar: Equipe Omar Salum

3º Lugar: Equipe ASLE

 

  A EQUIPE NACIONAL DE REPORTAGEM DO X-COMBAT, agradece a Moisés Muradi Presidente da CBJJE, a Luis Neto Presidente da FAJJE, a todos os árbitros, pranchetas e mesários pela compreensão, apoio e carinho que tiveram com nossa equipe de reportagem, sem os quais não conseguiríamos realizar esta cobertura.

 

Texto: Paulo Costa de Jesus    Imagens: Equipe X-COMBAT
COMPARTILHE:

MAIS LIDAS

TODAS AS COBERTURAS

PATROCINADORES

ENQUETE

Em qual Estado você quer o Mundial 2016?

São Paulo
Rio de Janeiro
Minas Gerais
Bahia

REVISTA X-COMBAT