CBLP LEVA CAMPEONATO BRASILEIRO PARA NATAL - RN

Pela primeira vez Natal recebe um Campeonato Brasileiro

 

O Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu Profissional GI e NO GI, que está em sua terceira edição, inovou mais uma vez com o local. No intuito de promover o jiu jitsu, não apenas nos eixos principais do sudeste, em uma verdadeira atitude integralista, levou seu campeonato para Natal - Rio Grande do Norte.

 

Natal é uma cidade de histórica, participante de uma das primeiras capitanias hereditárias do Brasil. Fundada em 1599, dentro da antiga capitania do Rio Grande do Norte, a cidade emergiu já dentro de uma atmosfera de lutas e vitórias. Alvo de corsários franceses e invasores holandeses desde sua fundação, até a expulsão em 1654, o povo dessa cidade é acostumado a a lutar e ser expoênte em bravura para defender suas terras. Não é a toa que o Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu Profissional, foi muito bem recebido na cidade. Com mais de 900 atletas inscritos, o povo da região abraçou o projeto transformando o evento em um palco de lutas emocionantes, dando um show para a arte suave.

 

O evento contou com uma estrutura de primeira. O Ginásio Nélio Dias, que possui uma área de 30.000 metros quadrados, capacidade de 10.000 pessoas dispostas em três arquibancadas e foi palco de grandes eventos como o Jungle Fight em 2010 e o UFC Shogun x Henderson II em 2014.

 

A CBLP levou toda a sua estrutura, montando 10 áreas de tatame, todas elas com placar eletrônico, seguindo o padrão de design área de competições que eleva, não apenas na aparência, como no conforto e respeito as principais estrelas que são os competidores.

 

O evento recebeu, nesta terceira edição, a presença de 63 agremiações, que disputaram com seus guerreiros dentro das modalidades GI (com Kimono) e NO GI (sem Kimono) um total de 60 mil reais em prêmios.

 

Todas as competições ocorreram no dia 24 de Maio, sendo organizadas para melhor atender os atletas em horários pré-programados.

 

Neste ponto houve uma falha. Como o jiu jitsu fora da região sudeste tem sido negligenciado pelas agremiações durante anos, existe um grande défict de profissionais para a realização de grandes eventos.

 

Esta falta de mão de obra especializada se refletiu no Brasileiro 2015 em forma de atraso que acabou atrapalhando o bom andamento do evento.

 

E assim como todo atleta que começa a se aventurar nos detalhes de posições do jiu jitsu, a CBLP vem investindo em capacitação, levando grandes eventos a todas as capitais brasileiras, para dar experiência as equipes e oportunidade ao Atletas de competir em casa em grandes Campeonatos com apoio de sua torcida.

 

Essa é a semente que renderá frutos, através dos ajustes que ocorrerão naturalmente.

 

Melhorar sempre, oferecer a melhor premiação e estrutura, bem como um bom andamento nos Campeonatos esse é o compromisso da Confederação Brasileira de Lutas Profissionais.

 

Texto: Érick Jesus

COMPARTILHE:

MAIS LIDAS

TODAS AS COBERTURAS

PATROCINADORES

ENQUETE

Em qual Estado você quer o Mundial 2016?

São Paulo
Rio de Janeiro
Minas Gerais
Bahia

REVISTA X-COMBAT